Foi assinada nesta quarta-feira (24), no Paço Municipal, a concessão do Complexo do Porto Seco pela Prefeitura de Porto Alegre à LIESPA- Liga Independente das Escolas de Samba de Porto Alegre e a UECGAPA- União das Escolas de Samba do Grupo de Acesso de Porto Alegre, a iniciativa inédita permite que as agremiações carnavalescas firmem uma Parceria Público-Privada (PPP) e possam ocupar a área o ano todo, a vigência é de dois anos, podendo ser prorrogado, por somente uma vez. Vale ressaltar que o termo foi elaborado em conjunto por secretarias e representantes das agremiações , o prefeito Nelson Marchezan Júnior ressaltou as dificuldades financeiras.

O presidente da LIESPA, Juarez Gutierres de Souza, disse que a concessão traz a viabilidade real e concreta para a realização do evento, em março, “Foi a alternativa que tínhamos para viabilizar o carnaval”, disse o presidente. A Secretaria Municipal de Parcerias Estratégicas (SMPE) vai desenvolver, durante o período da concessão, estudos de custos para uma estrutura definitiva e qual a melhor forma de a iniciativa privada gerir o espaço. “Porto Alegre fez tudo o que estava ao seu alcance e demonstrou que é parceira do Carnaval. Fizemos a permissão de uso por dois anos, o que até então não tinha acontecido, para que a LIESPA e UCEGAPA realizem suas parcerias e viabilizem um belíssimo Carnaval na Semana de Porto Alegre”, disse Paim.

O uso do Complexo Cultural do Porto Seco, dá-se a partir desta quarta-feira, 24 de janeiro de 2018, para realização de eventos e atividades, sob a coordenação da Secretaria Municipal da Cultura (SMC), com reparação da rede elétrica atualmente avariada do Complexo, bem como serviços de limpeza e capina. “O Porto Seco passa para as mãos daqueles que têm a vocação, que são as entidades do Carnaval”, disse o secretário da Cultura, Luciano Alabarse.
O ato contou com a presença do secretário de Parcerias Estratégicas, Bruno Vanuzzi, e o adjunto, Fernando Dutra, o secretário adjunto da Cultura, Leonardo Maricato, a procuradora-geral do Município, Eunice Nequete, o procurador adjunto de Domínio Público, Urbanismo e Meio Ambiente, Nelson Marisco, o presidente da UECGPA, Arlindo Fernando da Silva Mença, o secretário adjunto de Relações Institucionais, Carlos Siegle, os vereadores Cássio Trogildo, Reginaldo Pujol e Idenir Cecchin, estiveram presentes ainda o presidente da Mocidade Independente da Lomba do Pinheiro, José Márcio de Quadros, e o presidente da União da Tinga, Marcos Pires.